Oposição vai presidir associações de magistrados Paulistas e Federais
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
26/11/2013 - Assetj / Por Raquel Munhoz
 
Foto: Instituto Paulista de Magistrados (IPAM)
Jayme Martins de Oliveira Neto líder da chapa eleita e Roque Mesquita atual presidente

A Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) será presidida pelo juiz Jayme Martins de Oliveira Neto e a Associação de Magistrados Brasileiros (AMB) pelo juiz João Ricardo dos Santos Costa, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Pela primeira vez as Associações de Magistrados Paulistas e Brasileiros serão conduzidas por juízes. Ambas apurações dos votos foram realizadas no sábado (23).

Até hoje esse cargo foi ocupado por desembargadores. Liderando a chapa “Apamagis Forte”, o juiz Jayme Martins de Oliveira Neto foi eleito presidente da entidade de magistrados neste sábado. A chapa era oposição a atual gestão. 

Com 1.018 votos, Jayme ganhou a diretoria da entidade derrotando o candidato da situação Irineu Jorge Fava, que tinha o apoio da última diretoria que conduziu a Apamagis nos últimos dois anos depois de quatro gestões de continuidade.

De acordo com informações do site da entidade, Jayme declarou que a vitória da chapa é devida a necessidade de mudanças dos magistrados paulistas. “Credito esta vitória ao desejo de mudança dos juízes, ao desejo de renovação e ao desejo também de ver um juiz de primeira instância assumir a Apamagis. Mas, fundamentalmente, ao desejo de mudança”, disse.

Jayme Martins é presidente do Instituto Paulista de Magistrados, juiz auxiliar fixo da 13ª da Vara da Fazenda Pública da Capital e no Tribunal de Justiça de São Paulo desde 2012. Nasceu em Monte Aprazível, interior de São Paulo. Se formou em 1990 em direito pela FMU (1990), Mestre em direito pela PUC-SP (2001) e doutorando em direito pela PUC-SP.

O presidente da Assetj, José Gozze, acredita que o resultado das eleições da Apamagis pode ser uma pista para os rumos da eleição no Tribunal, “um dos candidatos à presidência do Tribunal é ex-presidente da Apamagis Paulo Dimas, que tinha como vice o último presidente da chapa perdedora”, ponderou.

Em São Paulo, a eleição das duas entidades aconteceu no último mês conduzida pela sede administrativa da Apamagis, nos Fóruns Regionais de São Paulo, nos Gabinetes dos desembargadores e nas Circunscrições. Em relação a Apamagis, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contabilizou 1.940 votos com 42 brancos e nove nulos.

Seguindo a onda de renovação a representação nacional da magistratura também impressionou os mais conservadores com o resultado nas eleições. A brasileira será conduzida pelo juiz João Ricardo dos Santos Costa, ex-presidente da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris) e candidato da oposição.

João Ricardo ingressou na magistratura em 1990. Já foi vice-presidente de Direitos Humanos da AMB (2008-2010). Atualmente é titular do 1º Juizado da 16ª Vara Cível de Porto Alegre. Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela PUC-RS em 1984, e pós-graduado em Direito pela Unisinos (2001).

A AMB estava sendo conduzida por Henrique Nelson Calandra (SP), que apoiava a chapa “AMB para os Magistrados, Justiça para o Brasil”, liderada por Roberto Bacellar (PR) e com Ivan Sartori (SP) na vice-presidência em Assuntos Legislativos.

A chapa da situação, a “AMB para os Magistrados, Justiça para o Brasil” obteve 3.746 votos (39,50%) contra a chapa da oposição “Unidade e Valorização” com 5.628 (59,35%). Brancos e nulos totalizaram, respectivamente, 75 e 34 votos. Ao todo, 9.483 Magistrados escolheram o novo Presidente da AMB, com 768 votos vindos do estado de São Paulo.

O presidente da Associação dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul (ASJ), Paulo Olympio, disse que a eleição do juiz João Ricardo representa um grande ganho para a Magistratura e para as entidades de classe em geral. “Com justiça, e sem exagero, o novo presidente da AMB teve uma conduta democrática e batalhadora ao tempo em que presidiu a Ajuris e a União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública, desenvolvendo uma forte interlocução em prol dos servidores e do serviço público, além de revelar preocupação com a capacidade de crescimento do Estado ao liderar movimento local que questionou as renúncias fiscais”, concluiu Olympio.

A participação da Ajuris na eleição da AMB totalizou 804 votos, sendo a associação com a maior votação de todo país.

João Ricardo já foi vice-presidente de Direitos Humanos da AMB (2008-2010) e é hoje titular do 1º Juizado da 16ª Vara Cível de Porto Alegre. Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul (PUCRS) em 1984, com pós-graduação em Direito pela Unisinos (2001). Ingressou na magistratura em agosto de 1990 e atuou nas comarcas Planalto, Taquari e Canoas. É professor da cadeira de Direitos Humanos da Escola Superior da Magistratura; foi professor de Teoria Geral do Estado e Direito de Família da Unilasalle (2003/2008).

 
 
 
10/6/2019 - Celso Giannazi
Assetj participa de debate A Farsa da Previdência---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/6/2019 - Assetj
Servidores de Ribeirão na luta pela Reposição Salarial---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/6/2019 - Assetj
Pública participa de Plenária preparatória da Greve Geral---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
TJSP abre inscrições para remoção---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
26/6/2019 - Assetj
Audiência Pública discute Reforma da Previdência

A luta é para que essa Reforma não seja votada.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
31/5/2019 - Assetj
Servidora morre durante expediente no Fórum de Sorocaba---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
Assetj participa de Sessão Solene no Dia do Escrevente---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
29/5/2019 - Pública Central do Servidor
Fonacate protocola 10 emendas à PEC da Reforma da Previdência

Desconstitucionalização das regras previdenciárias, idade mínima, regras de transição, pensão por morte, alíquotas de contribuição dos servidores públicos são alguns temas das emendas elaboradas pelo Fórum.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica