Manifestação e audiência pública em prol dos oficiais de justiça
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
25/5/2014 - Assetj / Por Janaína Marquesini
 
FOTO JANAÍNA MARQUESINI
José Gozze fala aos oficiais de justiça em prol do PLC 56/13 na Alesp

“Nossa atuação exige o conhecimento jurídico de um advogado, a sensibilidade de um psicólogo, a conduta de um assistente social e a coragem de um delegado, mas o TJ nos manteve secundaristas por décadas”.

A mensagem acima foi empunhada pelos oficiais de justiça do Fórum Criminal da Barra Funda que, ao lado da Assetj e demais entidades, exigem “Nível Universitário Já!” nas manifestações que aconteceram durante o dia 21 de maio.

Cerca de 250 oficiais de justiça e representantes de entidades do Judiciário se uniram na praça João Mendes em prol da votação do PLC 56/2013 que institui o nível superior para o cargo de oficial de justiça. Durante a manifestação ficou decidido estado de greve a todos os oficiais por prazo indeterminado. Outras questões também entraram no pleito como atualização do valor das diligências, alteração das normas da corregedoria e aprovação do PLC 30/2013 que dispõe sobre os vencimentos e perdas inflacionárias dos servidores.

O presidente da Assetj, José Gozze, ressaltou que o projeto do nível universitário dos oficiais deve ser aprovado com urgência, já que foi o próprio Tribunal que encaminhou para o Legislativo.

Após a manifestação, todos se dirigiram à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo onde ocorreu uma Audiência Pública presidida pelo deputado estadual pelo PSOL Carlos Giannazi com a participação dos deputados Ed thomas (PSB), Sara Munhoz (PCdoB) e Itamar Borges (PMDB).

Durante a Audiência, Gozze reafirmou a luta da Assetj pelas reivindicações dos oficiais oferecendo toda estrutura da associação e reforçou a importância da votação do PLC 56. “Este é inicio de uma mudança nos cargos do Tribunal de Justica que começa com os oficiais. É o primeiro passo para aproximar os nossos salários dos da Justiça Federal”, completou.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica