Ricardo Lewandowski é o novo presidente do STF
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
14/8/2014 - Assetj / Por Marianna Oliveira
 
ARQUIVO ROSA DE OURO
Foi ministro substituto e depois efetivo do Tribunal Superior Eleitoral no período de 2006 a 2012

O ministro Ricardo Lewandowski foi eleito o novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) na sessão plenária ocorrida na tarde desta quarta-feira (13). Desde o anúncio da aposentadoria do ex-presidente do STF Joaquim Barbosa, Lewandowski ocupa a cadeira da presidência.

A ministra Cármen Lúcia foi nomeada na mesma sessão como vice-presidente. Após a votação, Lewandowski deu um discurso esclarecendo as pretensões de sua gestão. “Comprometo-me desde logo a honrar as tradições mais do que seculares do Supremo Tribunal Federal e também cumprir e fazer respeitar a consagrada liturgia desta Casa de Justiça", declarou.  

O presidente da Assetj José Gozze falou sobre as mudanças para o servidor público do Judiciário que devem acontecer com a nova gestão. “Esperamos que a Justiça do Brasil, e em especial, a de São Paulo seja mais ágil. E que dê a importância que o servidor merece, aproximando a questão salarial do servidor do estado ao da Justiça Federal que é muito maior”, ponderou.

Lewandowski foi homenageado no Plenário pelo decano da Corte ministro Celso de Mello, pelo presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Marcus Vinícius Furtado Coelho, e do procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. O presidente da Associação Paulista de Magistrados, Jayme Martins de Oliveira Neto também afirmou que Lewandowski tem muito prestígio no meio jurídico e “será o condutor de grandes mudanças no judiciário”, exclamou.

Enrique Ricardo Lewandowski é formado em Direito pela Universidade de São Paulo. Foi ministro substituto e depois efetivo do Tribunal Superior Eleitoral no período de 2006 a 2012. Foi presidente da Corte de 2010 a 2012, coordenou as eleições gerais em 2010 defendendo a constitucionalidade da Lei Ficha Limpa.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica