Assembleia Geral dos servidores termina sem novidades
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
15/5/2015 - Assetj / Por Marianna Oliveira
 
FOTO JANAINA MARQUESINI
Os servidores participaram com faixas e cartazes pedindo melhores condições de trabalho e ajuste salarial

Na tarde desta sexta-feira (15) aconteceu mais uma Assembleia Geral dos servidores na Praça João Mendes. A mobilização se deu em razão da insatisfação das entidades e dos servidores com as respostas dadas pelo Tribunal sobre a pauta de revindicação da assembleia de abril. 

A fim de tentar resolver esses impasses, os servidores participaram com faixas e cartazes pedindo melhores condições de trabalho e ajuste salarial. A indignação com o reposição de 6,5% ainda continua. O Tribunal insiste em pagar o reajuste em um percentual bem abaixo da inflação, que hoje está em 7,8%.

Por conta dessa decisão do TJ, uma comissão de entidades se dirigiu até o gabinete da presidência do Tribunal para questionar o presidente José Renato Nalini sobre a declaração a respeito do reajuste. No email, Nalini escreveu que “está encetando esforços para complementar o percentual de aumento concedido”. 

As entidades saíram da sala da presidência sem novidades. Nalini não esteve presente mas a conversa aconteceu com o juiz assessor da presidência Ricardo Felício Scaff, que informou aos que estavam presentes que não há como marcar audiências sem a presença de Nalini. O presidente do TJ postou uma foto nas redes sociais visitando uma igreja na cidade de Mariana, em Minas Gerais. 

O presidente da Assetj, José Gozze, declarou que mesmo sem posições concretas, a ida até a presidência teve sua importância.   

Por unanimidade ficou decidido que o encontro deverá acontecer na semana que vem. Caso o Tribunal não marque a reunião até a quinta-feira, dia 21 de maio, a comissão de entidades estará novamente às 15h, na porta da presidência para serem atendidas. 

Na próxima segunda-feira, dia 18 de maio às 10h acontecerá na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo uma reunião entre as entidades do serviço público. A luta pela aprovação do PLC 56/2013, que institui o nível universitário para o ingresso na função de oficial de justiça, e PLC 6/2013 que transforma cargos já existentes em cargos de assistentes sociais e psicólogos já está na pauta para ser discutido na Alesp. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica