Jogos do Judiciário da Assetj voltam a ser oficializados pelo TJSP
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
7/3/2013 - Assetj / Por Sylvio Micelli
 
FOTO DIVULGAÇÃO

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em sessão realizada nesta quinta (7) revogou, por decisão unânime, o Provimento CSM 1641/09. A medida permite, após quatro anos, que os servidores vinculados à Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Assetj) e que participem dosJogos do Judiciário possam ser dispensados do ponto.

A revogação tem aplicação imediata e já autoriza a liberação dos servidores associados inscritos para a XXIV Jogos do Judiciário da Assetj, que se realiza em Itanhaém, a partir de amanhã.

O presidente da Assetj, José Gozze, recebeu a informação obviamente com alegria, e ressaltou a importância da família forense. “Um evento com quase 25 anos de existência e que sempre propugnou pelo congraçamento dos servidores do TJ/SP, não podia estar alijado do calendário do Tribunal. Restabeleceu-se a Justiça”, opinou.

A Diretoria Executiva, Conselhos Deliberativo e Fiscal, colaboradores e parceiros da Assetj e, principalmente, as centenas de servidores e familiares que participam do evento, agradecem a medida tomada pelo CSM nesta data.

Com a revogação do Provimento CSM 1641/2009, volta a ter eficácia a Portaria nº 2729/93 que oficializou a realização do evento.

Entenda o caso

Os Jogos do Judiciário promovidos pela Assetj surgiram em 1989. Nestes 24 anos, a disputa já passou por diversas comarcas e sempre teve em sua essência a união e o congraçamento dos servidores que disputam diversas modalidades esportivas. Em 1993, o então presidente do TJ/SP, desembargador Odyr Porto, tornou a disputa um evento oficial do Judiciário paulista e dispensou os participantes da anotação do ponto para a disputa.

Em 2009, pouco depois de iniciada as discussões da Campanha Salarial daquele ano, durante a gestão deRoberto Antonio Vallim Bellocchi, o Conselho Superior da Magistratura da época, composto pelo próprio Bellocchi, pelo vice-presidente Antonio Carlos Munhoz Soares e por Ruy Pereira Camillo, Corregedor Geral da Justiça, a Portaria foi revogada sem mais explicações.

Com a revogação do Provimento, nesta quinta-feira, a Portaria nº 2729/93 volta a valer.

Portaria nº 2729/93

Declara evento esportivo oficial do Poder Judiciário Paulista.

O Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Odyr Porto, no uso de suas atribuições,

Considerando a solicitação da Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça – ASSETJ, que, desde sua fundação em 1983, vem promovendo, regular e anualmente, jogos esportivos para congraçamento e união dos servidores do Poder Judiciário;

Considerando que esses Jogos iniciaram-se nessa Capital e passaram a abranger todo o Estado, em face sucesso alcançado pelo interesse que despertou no seio da classe;

Considerando que as finais desses Jogos do Judiciário, por sua amplitude, dada a participação de grande número de servidores de várias Comarcas desenvolvem-se em vários dias por ocasião da comemoração do Dia da Justiça (8 de dezembro);

considerando caber à direção do Poder Judiciário prestigiar eventos de tal magnitude em prol de seus funcionários;

RESOLVE:

art. 1º – declarar evento esportivo oficial do Poder Judiciário Paulista os Jogos do Judiciário, promovidos, anualmente e no âmbito estadual, pela Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça – ASSETJ, cujas finais realizam-se por ocasião do Dia da Justiça (08/12);

art. 2º – em cada ano poderá ser autorizada a dispensa do ponto no período dos referidos jogos aos servidores participantes do referido evento, mediante comprovação da participação, em cinco dias, por atestado expedido pela ASSETJ;

art. 3º – esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação.

Registre-se. Publique-se. Cumpra-se.

São Paulo, 1º de dezembro de 1993

ODYR PORTO

Presidente do Tribunal de Justiça

 
 
 
10/6/2019 - Celso Giannazi
Assetj participa de debate A Farsa da Previdência---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/6/2019 - Assetj
Servidores de Ribeirão na luta pela Reposição Salarial---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/6/2019 - Assetj
Pública participa de Plenária preparatória da Greve Geral---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
26/6/2019 - Assetj
Audiência Pública discute Reforma da Previdência

A luta é para que essa Reforma não seja votada.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
TJSP abre inscrições para remoção---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
31/5/2019 - Assetj
Servidora morre durante expediente no Fórum de Sorocaba---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
Assetj participa de Sessão Solene no Dia do Escrevente---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
29/5/2019 - Pública Central do Servidor
Fonacate protocola 10 emendas à PEC da Reforma da Previdência

Desconstitucionalização das regras previdenciárias, idade mínima, regras de transição, pensão por morte, alíquotas de contribuição dos servidores públicos são alguns temas das emendas elaboradas pelo Fórum.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica