Servidores lotam a Alesp em mobilização em prol do funcionalismo
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
17/10/2017 - Assetj / Por Janaina Marquesini
 
Janaina Marquesini

“Congelamento não. Investimento sim”. Esse era grito em coro de professores, escreventes, oficiais de justiça, escrivães, psicólogos, assistentes sociais, geólogos, agentes penitenciários, fiscais, policiais, enfermeiras, médicos e outros servidores das mais diversas funções, nas galerias da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo nesta terça-feira, 17 de outubro. Logo no início da tarde, enquanto os servidores se mobilizaram de forma intensa na porta do Colégio de Líderes, representantes da Centrais Sindicais entregaram ao presidente, deputado Cauê Macris (PSDB) a pauta dos servidores Públicos do Estado de São Paulo. 

“Cobramos a mediação dos senhores deputados junto ao senhor governador para que este receba a representação das centrais sindicais para iniciarmos a abertura de negociações” dizia o documento, que explanava os pontos principais das reivindicações dos servidores.

Entre os itens mais preocupantes estava um Projeto de Lei que acaba de ser apresentado ao Legislativo Estadual de São Paulo que aprofunda o arrocho salarial a que os servidores são submetidos há anos. Trata-se do PL 920/2017 enviado pelo Geraldo Alckmin (PSDB), que prevê a limitação das despesas no orçamento por dois anos. Isto significa que os gastos com o serviço público será ainda menor e os investimentos em justiça, saúde, segurança, educação e demais serviços ficarão comprometidos. Mais um enorme prejuízo para toda população de São Paulo, lembrando que em especial os mais pobres, que dependem da rede de serviços públicos, serão os mais prejudicados. A alternativa encontrada por Alckmin se assemelha ao congelamento dos investimentos públicos, por 20 anos,  proposto pelo governo federal ilegítimo. Áreas sociais receberão investimento zero mesmo se houver crescimento. 

“Essa é uma devastação total do estado do bem-estar social, ainda que o funcionamento dos serviços públicos estivesse sendo entregue à população de forma satisfatória, o investimento sempre é necessário. No caso do nosso país, temos insuficiência de servidores com péssimas condições de trabalho o que torna esse projeto ainda mais penoso para todos nós e para toda população” pontuou José Gozze, que comandou o movimento representando a Pública, Central do Servidor. 

Essas propostas só prevêem aumento dos investimentos de acordo com a inflação do ano anterior, medida pelo índice do IPCA. Para os servidores públicos, essa medida congela os salários, realidade já enfrentada há anos e que se agrava ainda mais, pois o Governo quer expressar a injustiça e exploração em forma de lei.

Além desse ataque recente, os discursos inflamados dos líderes do funcionalismo abordaram também as reformas Trabalhistas e da Previdência, a terceirização e as privatizações. Leis aprovadas, Projetos em andamento no Congresso e na Assembleia Legislativa que impactam desastrosamente na entrega do serviço público aos cidadãos. Lembrando que as medidas resultam no sucateamento dos serviços prestados e impõe o fim dos concursos.

Em sua fala, Gozze conclamou aos presentes que, ao retornarem aos seus locais de trabalho, convençam os colegas para os próximos movimentos. Também pediu que os servidores falassem aos vizinhos, amigos e familiares sobre o desmonte do serviço público. “Tem que alertar a todos sobre o perigo de ficarem sem escola, sem postos de saúde, sem segurança e sem estruturas básicas. Dia 27 não haverá serviço público” exclamou Gozze, chamando a todos para a grande mobilização marcada para essa data na Av. Paulista.

A mesa foi composta por José Gozze da Pública, Mauro Zica Júnior da NCST, Matheus Lima da Intersindical, Douglas Izzo da CUT, Rene Vicente da CTB e Sirlene Maciel da Conlutas.

Deputados Estaduais como Carlos Gianazzi e Raul Marcelo, ambos do Psol, os parlamantares do PT, Teonilio Barba, Ana do Carmo, Beth Sahão, Zico Prado, João Paulo Rillo e Alencar Santana (líder PT na Alesp), endossaram a luta dos servidores. Mais um encontro, novamente na Assembleia Legislativa, acontecerá no dia 25 de outubro e especialmente uma Audiência Pública marcada para dia 26 no Plenário Principal. As mobilizações vão preceder a grande paralisação do dia 27 de outubro. O material de comunicação desenvolvido para alertar a sociedade foi distribuído a todos os presentes e todos os líderes das Centrais Sindicais reforçaram a importância da mobilização da próxima semana.

O movimento foi organizado pelo Fórum do Funcionalismo Público do Estado de SP que uniu as Centrais Sindicais: Pública, Central do Servidor, CUT, CTB, Força Sindical, NCST e  Intersindical.

Na parte da manhã, José Gozze participou do evento na Assembléia Legislativa representando a Pública, Central do Servidor. O assunto principal foi a privatização das empresas públicas. Estavam presentes centrais sindicais PÚBLICA e CTB e as entidades representativas FESPESP, ASSETJ, ASSOJURIS, SINJURIS, AFFOCOS, SIMPJUS e SINTAEMA.

Confira os itens da pauta entregue ao Colégio de Líderes:

- Reposição salarial com aumento real de salários;

- Instituição efetiva da negociação coletiva no Governo do Estado de São Paulo, cumprindo a Lei nº 12.638/07;

- Abertura de concursos públicos;

- Retirada do PL nº 920/17.

- Audiência Pública com o excelentíssimo senhor governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckimin.

 
 
 
17/11/2017 -
Após pressão de entidades, presidência do TJSP marca mais uma reunião

 A gestão atual termina no próximo mês e o objetivo é discutir itens importantes da pauta reivindicatória que não foram nem negociados com Dimas.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
11/11/2017 - Assetj
Líderes sindicais são recebidos no Palácio dos Bandeirantes

O segundo ato do dia focou na situação alarmante dos servidores públicos no Estado de São Paulo e na retirada do Projeto de Lei 920/2017

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
27/10/2017 - Assetj
Audiência pública mobiliza servidores e parlamentares contra PL 920/17

Para Gozze, o Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) será um dos maiores prejudicados.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
28/10/2017 - Assetj
Mobilização na Paulista marca Dia do Servidor Público

Servidores enfrentam chuva, num dia simbólico: véspera do dia do servidor público, dia 27 de outubro. O ato foi o grande pontapé na união dos servidores e na luta contra o PL 920/17, o Projeto de iniciativa do governador Geraldo Alckmin (PSDB) pretende congelar investimentos do Estado por dois anos e tramita na Assembleia Legislativa de São Paulo em regime de urgência.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
30/10/2017 - Assetj
Assetj Ribeirão Preto apoia mais uma edição do campeonato Servjud

O evento já é sucesso entre os servidores do judiciário da região.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
30/10/2017 - Assetj
Atuação do servidor público é tema do encontro nacional da CNSP

O evento aconteceu entre os dias 26 a 29 de outubro.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
10/11/2017 - Assetj
Centrais sindicais lotam a Praça da Sé em mais uma mobilização

A Praça da Sé, região central da capital paulista, ficou cheia tanto quanto na década de 60, das “Diretas Já”.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
13/11/2017 - Assetj
Criançada marca presença 4ª edição da Caminhada Assetj De Bem com a Vida

Com pessoas de todas as idades, foram os mais novos que tornaram a manhã de domingo mais animada

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica
 
 28 Novembro
Plenária de reuniões do Iamspe
----------------------------------------------