Servidores exigem reposição inflacionária e diálogo com TJSP
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
18/5/2019 - Assetj / Por Assetj
 

Servidores do Poder Judiciário de diversas comarcas e capital participaram nesta sexta-feira (17)  da segunda Assembleia Geral do ano da categoria, após o TJSP conceder apenas 3,94% de reposição salarial, enquanto a defasagem está em 16,83%.

No dia 16, representantes de entidades dos servidores estiveram reunidos com a Comissão de Orçamento e Finança do Tribunal, que estava despreparada e sem conhecer a pauta de reivindicações da Campanha Salarial de 2019. Os dirigentes entregaram uma cópia e questionaram os pontos da pauta prioritária. Como o presidente da Assetj José Gozze lembrou na Assembleia, a resposta para todos os questionamentos foi: “precisamos consultar o presidente Calças”. 

“Esta é a pior gestão que temos no Tribunal nos últimos dez anos, sem diálogo, sem negociação. Ao contrário do que disse em sua primeira reunião, o presidente Calças não está priorizando os servidores”, afirmou Gozze.

Até o momento, o presidente do maior Tribunal da América Latina se nega a participar de mesa de negociação com as entidades e designa assessores que não podem efetivamente dar nenhuma resposta concreta à nenhuma solicitação.

O deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) participou do ato na Praça João Mendes. Mencionou que estão discutindo na Alesp a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano, que já foi adicionada verba no orçamento para pagar o Nível Universitário aos Escreventes e que agora depende do Tribunal encaminhar o Projeto de Lei. “O PL 3/2018 autoriza o Tribunal de Justiça a instituir o nível universitário, já passou por todas as comissões na Alesp e é autorizativo. Os deputados estaduais já aprovaram o orçamento e depende de vontade política do Presidente Calças”, afirmou Giannazi.

 

Outro assunto mencionado por Giannazi é a Reforma da Previdência que está em andamento e ataca toda a população. Na Alesp, recentemente  foi lançada a Frente em Defesa das Aposentadorias, da qual Giannazi faz parte e que pretende pressionar partidos e deputados federais. Todos os presidentes de entidades estão contra a Reforma da Previdência e têm divulgado em suas bases os ataques do Governo e as verdadeiras razões para as mudanças.

Encerrando a sua fala, Giannazi irá apoiar sessão solene e ato de luta pelo Nível Universitário na Alesp no dia 3 de junho, data que se comemora o Dia do Escrevente Técnico Judiciário. 

Dando continuidade à assembleia, os servidores presentes aprovaram as seguintes deliberações:

  • Majoração imediata no auxílio-saúde;
  • Exigência na participação das discussões a respeito do Plano de Saúde do TJSP;
  • Dia 3 de junho - Ato na Alesp pelo Nível Universitário;
  • Dia 3 ou 5  de junho - Ato pelo Nível Universitário e abaixo assinado contra a Reforma da Previdência na entrada de todos os prédios das 12h às 13h;
  • Dia 14 de junho - Participação dos servidores do Judiciário na Greve Geral;
  • Dia 6 de setembro - Data da nova Assembleia.

 

Após aprovação da pauta, os servidores saíram em passeata pelas ruas do Centro de São Paulo e finalizaram na entrada do Palácio da Justiça.

José Gozze foi um dos líderes que tentou a entrada para dialogar com o presidente Calças, mas teve seu acesso barrado, sob a justificativa de que “não tinham certeza de Calças estaria no prédio”. Gozze pediu para deixar subir para que pudesse conversar com algum juiz assessor e novamente sua entrada foi proibida, pois o TJSP estava sediando um evento de corregedores e o 5º andar estava bloqueado.

Gozze, mais uma vez tentando dialogar, pediu que algum dos assessores da presidência descessem até a entrada do Palácio para conversar com ele e todos os servidores presentes. Espantosamente, recebeu a seguinte resposta: “nenhum deles quer descer”.

Toda essa tratativa com os servidores do prédio e seguranças foram repassadas à categoria que esperava em frente à entrada e o ato foi encerrado, sem nenhum diálogo com a gestão Calças. 

Participaram da assembleia servidores dos seguintes prédios:

Capital - Brás, Barra Funda, Execuções Fiscais, Glória, Hely Lopes, Itaquera, Jabaquara, João Mendes, Palácio, Pinheiros, Santo Amaro, Tatuapé e Vila Prudente.

Demais cidades: Americana, Assis, Bertioga, Campinas, Cubatão, Dracena, Franca, Guarujá, Guarulhos, Itanhaém, Ituverava, Mongaguá, Nova Odessa, Osasco, Praia Grande, Ribeirão Preto, Santa Bárbara, Santo André, Santos, São Simão, São Vicente, Sorocaba e Sumaré.

 

 
 
 
10/6/2019 - Celso Giannazi
Assetj participa de debate A Farsa da Previdência---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/6/2019 - Assetj
Servidores de Ribeirão na luta pela Reposição Salarial---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6/6/2019 - Assetj
Pública participa de Plenária preparatória da Greve Geral---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
TJSP abre inscrições para remoção---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
31/5/2019 - Assetj
Servidora morre durante expediente no Fórum de Sorocaba---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
26/6/2019 - Assetj
Audiência Pública discute Reforma da Previdência

A luta é para que essa Reforma não seja votada.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
4/6/2019 - Assetj
Assetj participa de Sessão Solene no Dia do Escrevente---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
29/5/2019 - Pública Central do Servidor
Fonacate protocola 10 emendas à PEC da Reforma da Previdência

Desconstitucionalização das regras previdenciárias, idade mínima, regras de transição, pensão por morte, alíquotas de contribuição dos servidores públicos são alguns temas das emendas elaboradas pelo Fórum.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica