Juízes devem ficar fora da administração dos tribunais, diz especialista
////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
15/10/2013 - Agência CNJ de Notícias / Por Jorge Vasconcellos
 

Os juízes devem ficar fora da administração dos tribunais para ter mais tempo de se dedicar ao exame dos processos judiciais, o que traria mais qualidade às decisões. A sugestão é do norte-americano Jeffrey Apperson, presidente da International  Association for Court Administration e vice-presidente da National Center for State Courts. Ele proferiu Conferência Magna nesta terça-feira (15/10), durante solenidade de lançamento do Relatório Justiça em Números 2013, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que traz uma radiografia do Poder Judiciário brasileiro com base em dados de 2012. O evento está sendo realizado na sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília.

“Tirem os juízes da administração”, disse o palestrante, ao afirmar que esse setor dos tribunais deve ser entregue a profissionais da área de gestão. Segundo ele, tal medida tem potencial de aprimorar a gestão das varas e dos processos, além de permitir ao juiz uma maior dedicação às decisões. O resultado, afirmou, seria uma tramitação processual mais célere e decisões judiciais mais seguras. Jeffrey Apperson sugeriu também que as cortes implantem comitês de gestão processual para a uniformização dos procedimentos relativos à tramitação das ações.

O especialista se disse “impressionado” com a gama de informações do Relatório Justiça em Números 2013 e afirmou aos magistrados presentes que, por meio desse estudo, “vocês estão recriando o seu trabalho”. Por outro lado, ele observou que nesse tipo de levantamento é importante que se leve em conta não só os números da produtividade, mas também a complexidade de cada tipo de processo judicial. Para ele, processos de diferentes naturezas devem ter pesos diversos na avaliação.

O conferencista também defendeu que o Judiciário brasileiro incentive cada vez mais a busca de soluções pacificadas para os conflitos judiciais, como, por exemplo, a conciliação e a mediação. Ao final de sua apresentação, o norte-americano parabenizou os magistrados e servidores da Justiça brasileira, “uma das que mais se desenvolvem na América Latina e em todo o mundo”.

 
 
 
5/1/2020 - Pública Central do Servidor
Às custas do funcionalismo---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1/1/2020 - Comunicação Social TJSP
Posse administrativa do CSM e da EPM será no dia 7---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
17/1/2020 - Frente Paulista em Defesa do Serviço Público
Frente Paulista em Defesa do Serviço Público debate estratégias de atuação na ALESP para a reforma da previdência estadual

Frente Paulista em Defesa do Serviço Público debate estratégias de atuação na ALESP para a reforma da previdência estadual

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
22/1/2020 - Assetj
TJSP marca primeira reunião com entidades representativas---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
21/1/2020 - CNSP
Reforma administrativa: o começo do fim do serviço público---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
22/1/2020 - Professora Bebel/ Apeoesp e Deputada Estadual
APEOESP conquista liminar para suspensão da PEC 18---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Filiada à:
            
 
 
Links úteis:
        
      
 
 
 
Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Rua Tabatinguera, 91 - São Paulo - SP - Cep 01020-001 - Fone: (11) 3291-4077
 
 
Agenda eletrônica
 
 23 Janeiro
Reunião Frente Paulista
----------------------------------------------
 3 Fevereiro
Ato contra a Reforma da Previdência
----------------------------------------------
 6 Fevereiro
Almoço dos Aposentados
----------------------------------------------
 15 Fevereiro
Encontro do Judiciário
----------------------------------------------
 21 Fevereiro
Reunião TJSP e entidades representativas
----------------------------------------------
 12 Março
Jogos do Judiciário - 30ª Edição
----------------------------------------------
 20 Março
Excursão para Capitólio - Minas Gerais
----------------------------------------------
 17 Abril
Excursão para Arraial do Cabo
----------------------------------------------